18/11/2018

Minha carência me fez achar que as migalhas que você me dava era amor



  Minha carência me fez aceitar tuas migalhas e achar que aquilo era o que eu merecia, e mesmo eu querendo mais, eu me conformei com o teu resto de amor, porque foi o máximo que alguém me deu naquele momento.

  Mas quem nunca mendigou atenção? Puxando assunto, enquanto o outro só respondia “palavras frias” E quem nunca se iludiu achando que estava sendo amado, com a justificativa de que aquele era o jeito do outro amar?

  O amor é tão complexo e tão confuso, e ao mesmo tempo tão simples e despretensioso, sem exigências...
  A busca por ele te faz tão vulnerável e indefeso, te fazendo enxergá-lo em sentimentos paralelos que se perdem pelo caminho e não chegam a lugar nenhum.

  Mas eu não quero te dizer como procurar amor( Eu nem sei) Eu quero te aconselhar a não incentivar o amor, onde não tem, a não se iludir achando que juntando pedaços, você ficará satisfeito. O amor é divisível, mas não aceita ver alguém com migalhas.    

15/09/2018

Um texto sobre suicídio



  Você se mata um pouco, quando é obrigado a seguir uma rotina exaustiva, que vai te consumindo aos poucos.
  Você se mata um pouco, quando abre mão de ser você, para agradar aos outros.
  Você se mata um pouco, toda vez que desiste de viver.
  E daí você morre, quando guarda todos seus sonhos e objetivos em uma “gaveta” e vira um modelo de “cidadão perfeito”.

  Ah, se soubéssemos que essas dores passageiras que sentimos, levam um pouco do nosso sangue. Se soubéssemos que os problemas que guardamos vão nos intoxicando. Se soubéssemos que o silêncio e a passividade, vão nos matando aos poucos. Talvez não morrêssemos tão cedo. Talvez sentir prazer em viver fosse mais fácil.

  E o pior é que na maioria das vezes, só percebemos que o outro morreu, quando ele é encontrado sem vida. Mas já é tarde, não dá mais para dividir os problemas, para ouvi-lo ou  para ajudá-lo. E ainda pior é saber que ele estava morrendo ao nosso lado todos os dias, e não fizemos nada.    

27/07/2018

Carta para você que não quer amar agora


  Qual foi a última vez que você sentiu que estava gostando de alguém? Gostando mesmo, sabe? Ao ponto de passar o dia pensando na pessoa, querendo falar com ela a todo momento...
  Talvez faça um tempo, porque você não quer sentir isso agora, e não tem nenhum problema em não querer se apegar, em não estar amando alguém.

  É bom quando se ama com maturidade, quando se sabe que amor é responsabilidade e  profundidade. Quando se sabe que essa palavra tão pequena, tem um efeito devastador.
  Estamos vivendo tempos difíceis, onde estamos desacreditados do amor, por isso, não faça mais uma pessoa desacreditar. Seja responsável com esse sentimento complexo.

  Mas e quem te disse que existe isso de “não querer agora”? Quando o amor quer, ele vem, não importa sua vontade, não importa se você só quer ficar... Porque ele sabe a hora certa de chegar.
Só espero que amanhã quando ele chegar, a gente saiba cuidar dele como ele merece.

  Espero que tenha gostado do texto, mas antes de acabar, queria te dar uma dica incrível para a próxima vez que você for fazer uma compra na internet.


  Todo mundo gosta de desconto, né? Daí eu descobri ,  o site Cupomvalido que é uma plataforma que oferece cupons de desconto para muitas lojas online. O que facilita é o fato de não precisar de cadastro, é só entrar no site cupomvalido.com.br e digitar o nome da loja que você deseja fazer a compra. Daí aparecerá os cupons disponíveis, você escolhe o que mais se encaixa na sua necessidade e pronto, só fazer sua compra.
  
  Muito massa, não é? Já deixa esse site nos seus “favoritos” ou salva no seu “bloco de notas” porque é certeza que você precisará dele.     
    


07/04/2018

Não se use pra completar pedaço em alguém



  Sabe quando você tem a sensação de estar “tapando buraco” pra alguém? Quando uma pessoa só te chama pra conversar, quando não tem outras opções? Como se você fosse um passa tempo?
  E o pior, quando ela te faz perder muito tempo, construindo uma relação com você, porque ela estava em um momento de carência e precisava de alguém. Ou até mesmo, quando ela estava com tesão e te queria pra satisfazer aquele momento. São pessoas que farão questão de sempre manterem contato com você, sempre terão tuas redes sociais, porque sabem que quando precisarem, você estará lá (como aqueles aplicativos que deixamos no celular e usamos quando estamos no tédio).

  Acho que a maioria de nós está um pouco assim, usando as pessoas como uma diversão, um capricho nosso, sabe? Sem se importar muito com o que o outro sente, só pensando no prazer daquele momento, sem se importar que o outro faz planos, cria expectativas, perde tempo e abre mão de algumas coisas, por nós.

  É difícil quando alguém te faz se sentir importante pra ela e depois vai embora.
  Talvez isso aconteça porque as pessoas enjoam fácil, sempre querem algo novo, não se contentam com o que têm nas mãos.  E olha, isso tem causado um estrago tão grande na vida das pessoas, deixando-as cada vez mais superficiais.

27/02/2018

Sobre saber agradecer



  Não existe maior privilégio, do que saber que a vida está nos dando enormes oportunidades de sermos felizes, e o maior mal desse século, é que nós não sabemos mais agradecer. Um filosofo dizia que a vida é um vale onde as amarguras fizeram sua morada, e existem pessoas que levam essa filosofia ao "pé da letra", e acabam não enxergando as maravilhas que a vida nos oferece todos os dias.

  Então você me diz que não tem motivos para agradecer... Ok! Então agradeça por ter a benção de embalar uma criança em seus braços, ou por ter alguém com quem você pode contar em todos os momentos de sua vida, ou ainda pelo simples fato de acordar bem e de ter a certeza que existe um Deus que te ama infinitamente, e isso é mais que suficiente!

  E sobre gratidão, eu gostaria de te propor um pequeno desafio: Pegue uma folha e uma caneta, e escreva uma carta para alguém muito especial, pode ser um irmão, amigo, pai, mãe, quem você quiser. Coloque nesta carta três momentos que você viveu ao lado dessa pessoa. Depois, releia o escrito, e tente visualizar cada uma dessas cenas, tente vive-las novamente!  Feche a porta do seu quarto, porque provavelmente lágrimas irão rolar. E se sentir vontade, escreva quantas cartas quiser, você verá quantos motivos lindos tem para agradecer.

  De "Gratidão", passou a ser "obrigada", depois "valeu", e hoje em dia tornou-se uma virtude de almas nobres. Está na hora de vivermos mais as nossas próprias vidas, pararmos de criticar os outros pelo que eles não fizeram, e agradecer por cada sorriso, por cada gesto. Agradecer torna a vida mais feliz e mais fácil ;)

  -Letícia Lima

Design by:Bia Rodrigues. Modificado por: Bruno Vieira | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©