27/12/2016

Te amo, mas como amigo



  "Te amo" só deveria ser usado quando fosse amor de verdade, e não para agradar pessoas. É que isso tem um significado tão intenso, isso é capaz de partir corações.
  Mas para ela era fácil dizer, foi isso que ela me disse, é isso que você houve quando as pessoas querem te dar uma notícia ruim, elas tentam amenizar com um "Eu te amo." Não que isso seja ruim, mas é decepcionante.

  Ouvir aquilo dela foi triste. Sabe quando resolve um cálculo e no fim a resposta está errada? Você estava feliz por estar conseguindo fazer aquilo, mas não passou de uma ilusão, daí apagar tudo e começar de novo leva um tempão.
  Vai ver as pessoas gostam disso, elas vão alimentando nossas expectativas e depois destroem com um "mas..."

  Esse "mas"muda tanta coisa, acaba tanto com nosso coração.
  Sabe quando achamos que uma pessoas gosta da gente, mas gosta mesmo, a ponto de querer estar do seu lado, casar, ter filhos, ser feliz, te fazer feliz?
  Mas era tudo uma paranoia, tudo isso só existiu em sua cabeça, não havia reciprocidade, o amor que ela tinha era: Como amigo.
  Por que "como amigo" se poderíamos nos amar de outro jeito? Acho que nosso coração separa quem  vamos amar de quem vamos amar como amigo.

  Confesso que já hesitei em me tornar amigo de uma pessoa, porque achei que depois de sermos amigos, não teria mais nenhuma chance de virar amor. Achava melhor que fossemos conhecidos, e depois a convidaria para sair, parece ser mais fácil. O problema é que falta coragem para chamar para sair.
  Coragem a gente tem para inventar histórias, fazer textos, escrever cartas que nunca vamos entregar, mas de chamar para sair, dizer que está apaixonado...    
   

Comente com o Facebook:

2 comentários:


Design by:Bia Rodrigues. Modificado por: Bruno Vieira | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©